Repelente de mosquito entra na lista de material escolar nos EUA

Pais de crianças americanas agora têm mais um item para comprar na lista de material escolar dos filhos: repelente de inseto. Além de lápis, caderno e caneta, as crianças vão levar repelente de mosquito para a escola. É que as aulas nos EUA recomeçam em setembro, após as férias de verão. E os EUA passam no momento pela epidemia de Febre do Nilo Ocidental, que já causou 43 mortes no país só em 2012. A Febre do Nilo Ocidental é causada por um vírus transmitido por mosquitos infectados. Até agora, O Texas é o estado mais afetado. Segundo a emissora de TV Fox News, escolas da cidade Dallas enviaram comunicados aos pais pedindo que passem repelente de insetos em seus filhos.

A Febre do Nilo Ocidental foi identificada pela primeira vez na década de 1930, em Uganda, e chegou aos Estados Unidos nos anos 90. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças americano afirma que, em 80% dos casos, a doença é assintomática. Em 20%, ela causa sintomas bem parecidos com os da dengue, como febre, dores no corpo e náusea. Mas, em apenas 1 de cada 150 pessoas que apresentam a febre, ela evolui para um quadro sério, que causa comprometimento do sistema nervoso central e pode levar à morte.

No Brasil, não há nenhum registro da Febre do Nilo Ocidental em humanos. Mas pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz já encontraram o vírus em cavalos do Pantanal. O que não é motivo de preocupação, pois equinos não transmitem a doença diretamente aos humanos e nem são capazes de passar vírus aos mosquitos.

Compartilhe a notícia nos links abaixo

 

Compartilhe: