Saiba como decifrar os rótulos dos alimentos

Cinco dicas simples para escolher os alimentos mais saudáveis no supermercado

Qual é a primeira coisa que vem à sua cabeça quando você pensa em comida saudável? Saladas, frutas e verduras frescas, certo? Comer apenas alimentos frescos seria ótimo, mas é quase impossível fugir dos industrializados no meio da rotina corrida.

Para dificultar ainda mais a vida de quem quer comer bem, os alimentos industrializados costumam vir em embalagens que enganam o consumidor e não apresentam seus dados nutricionais de uma maneira clara. Mas decifrar os rótulos não é uma maneira tão difícil – é só aprender quais são os dados realmente relevantes para a nossa saúde.

A Universidade de Harvard simplificou o processo e listou cinco dicas para ler e entender melhor os rótulos dos alimentos industrializados. São as seguintes:

1. O tamanho importa. Veja o tamanho da porção indicada – todos os dados do rótulo referem-se a ela. Um pacote pode ter 10 bolachas, mas o rótulo diz que a porção é de “três” – portanto, os valores de calorias, sódio e gorduras são correspondentes a apenas uma parte do pacote. É uma maneira de iludir o consumidor.

2. Veja o tipo de gordura. A gordura em si não é ruim. O ideal é que você procure ficar longe de gordura saturada, colesterol e, principalmente, gordura trans. O melhor alimento é um que não tenha nenhuma grama desses três elementos. Evite alimentos com gordura vegetal hidrogenada. Nem toda gordura é ruim: a gordura insaturada (proveniente do azeite) faz bem.

3. Quanto sal? Para ter uma ideia da quantidade adequada de sódio, o ideal é comparar o nível de sal com as calorias. Por exemplo: para uma comida com 250 calorias por porção, a quantidade de sal deve ser no máximo 250 mg.

4. Procure as fibras. Um bom alimento deve ter pelo menos 5 gramas de fibras por porção – ou uma grama de fibras para cada 10 gramas de carboidrato.

5. Quanto menos açúcar melhor. O açúcar quase não tem nutrientes – são apenas apenas calorias vazias que não trazem quase nenhum outro benefício ao corpo. O problema é que muitas vezes o açúcar aparece com outros nomes. Fique atento: frutose, xarope, maltose, glucose, agave, acúçar mascavo e concentrado de frutas também são açúcares.

20130214---food-labels

Compartilhe: