Receita contra o resfriado: tenha um filho

Quer reduzir em mais da metade sua chance de pegar um resfriado? Segundo a cientista Sheldon Cohen, da Universidade Carnegie Mellon (EUA), a solução não está na farmácia, mas na maternidade. Ela coordenou 3 estudos em que pesquisadores infectaram pessoas com vírus da gripe e do resfriado comum por meio das vias nasais. Depois, descobriram qual a proporção dos participantes do estudo que desenvolveram a doença. Resultado: a cada 3 pessoas infectadas, aproximadamente uma tinha filhos. Ou seja: uma pessoa com filhos teve apenas 48% de chance de desenvolver uma gripe ou resfriado quando comparada a uma pessoa sem filhos.

O resultado era tanto melhor quanto mais filhos a pessoa tivesse. E, se os filhos já tivessem saído de casa, os pais estariam ainda mais protegidos. Nesse caso, a chance de desenvolver gripe seria de apenas 27% em relação a uma pessoa sem filhos.

Qual a explicação para isso? Não se sabe ao certo, pois os níveis de anticorpos contra a gripe e resfriado no sangue das pessoas com filhos eram os mesmos que em pais e mães. Mas os pesquisadores especulam que a maior resistência dos pais seja produto da felicidade associada ao fato de ter um filho, o que fortaleceria o sistema imunológico devido à redução do índice de estresse.

Compartilhe a notícia nos links abaixo

Compartilhe: