Os mitos sobre a cafeína

Há muitos mitos sobre a cafeína. Conheça alguns deles:

1. Cafeína vicia

A cafeína é um estimulante do sistema nervoso central, mas o uso regular e moderado da mesma causa apenas dependência física leve.

2. Cafeína causa insônia

O seu corpo absorve rapidamente a cafeína, mas também se livra dela muito rápido. Após 8 a 10 horas, cerca de 75% da cafeína é expulsa do organismo.
Para a maioria das pessoas, uma ou duas xícaras de café durante a manhã não interferem no sono durante a noite.
Como qualquer estimulante, deve ser evitada antes de ir para a cama.

3. Cafeína eleva o risco de osteoporose e problemas cardiovasculares

Segundo pesquisas, doses diárias moderadas de cafeína (aproximadamente 300 mg) não causam males à maioria dos adultos.

Osteoporose:
Em doses elevadas (mais de 744mg), a cafeína pode elevar a perda de cálcio e magnésio com a urina, mas não aumenta o risco de osteoporose, especialmente se você ingere quantias adequadas de cálcio.

Problemas cardiovasculares:
Após o consumo de cafeína, ocorre um ligeiro aumento no ritmo cardíaco e pressão sanguínea, porém, pesquisas não conseguiram encontrar uma ligação entre ela e aumento do colesterol, batimentos irregulares ou risco de doenças cardiovasculares.

4. Cafeína é perigoso para mulheres que tentam engravidar

Muitos estudos mostram que não há ligações entre baixas quantidades de cafeína (uma xícara de café por dia) e problemas para engravidar, aborto espontâneo, defeitos congénitos, nascimento prematuro e baixa taxa de natalidade.

5. Cafeína te ajuda a ficar sóbrio

A dura verdade é que as pessoas que ingerem café para ficarem sóbrias, apenas pensam que ficam mais sóbrias.
Pesquisas mostram que a interação álcool e cafeína na realidade aumenta os riscos de causar um acidente de trânsito, por exemplo.

Compartilhe: