O que você precisa saber sobre a asma

A asma é o estreitamento dos bronquíolos (pequenos canais de ar dos pulmões) que dificulta a passagem do ar provocando contrações ou broncoespasmos. As crises comprometem a respiração, tornando-a difícil.
Quando os bronquíolos inflamam, segregam mais muco o que aumenta o problema respiratório. Na asma, expirar é mais difícil do que inspirar, uma vez que o ar viciado permanece nos pulmões provocando sensação de sufoco.
A asma acomete pessoas de qualquer idade. A maioria dos casos, todavia, é diagnosticada na infância e é comum manifestar-se em pessoas de uma mesma família.

Quais são os sintomas?

Os sintomas podem começar por tosse ou falta de ar:

– Ao praticar exercícios;
– Ao inspirar algo que cause alergia como pó, pólen, mofo, ou pêlo de animal;
– Ao inspirar algo que irrite os pulmões, como ar frio, vírus, e fumaça de tabaco. Quando a tosse e a falta de ar acontecem, ocorre um ataque de asma que pode durar alguns minutos ou dias podendo ser leve, moderado ou grave, havendo a possibilidade de acontecer em qualquer lugar e a qualquer hora. Pode ser fatal, por isso o diagnóstico e o tratamento da asma devem ser precoces, levando assim a uma vida saudável e ativa.

Como a asma acontece?

Se tiver asma, as vias aéreas dos seus pulmões sempre estarão um pouco inchadas. Ao exercitar-se ou inspirar algo que cause alergia ou irritação aos pulmões as vias aéreas tornam-se mais inchados e começam a produzir mais muco do que necessário, ocasionando maior compressão muscular na área. Assim as vias aéreas ficam mais estreitas, dificultando a entrada e a saída de ar, resultando em: tosse, falta de ar e aperto no peito.

Como identificar a presença de asma?

Familiares devem aprender a identificar os primeiros sintomas de asma em seus filhos. Muitas vezes, ou por que a criança é muito pequena ou porque não demonstra muito, os sinais são muito sutis. A primeira modificação que será notada é o aumento do período expiratório, ou exalação do ar. A seguir a frequencia da respiração (número de vezes que a pessoa respira por minuto) aumenta. Outro sinal que aparece a seguir é “chiera” no peito, que pode ser notada colocando se o ouvido no tórax da criança.
Estes sinais e sintomas são os indicadores de uma urgência e a partir deste momento, após um período de 4 horas de observação e em uso de medicação especifica, se não houver melhora ou a criança piorar, um serviço de urgência deve ser imediatamente visitado.
Como é feito o tratamento da asma?

O tratamento da asma promoverá uma vida normal e ativa. Porém, para isso, será necessário:
– Tomar a medicação apropriada.
– Permanecer longe de coisas que tornem difícil a respiração.

Há dois tipos principais de medicamentos para asma:

– Broncodilatadores: relaxam os músculos das vias aéreas permitindo que o fluxo de ar seja melhor.
– Corticosteróides: ajudam as vias aéreas a incharem menos. Os corticosteróides não podem ser usados para parar as crises, de forma isolada. Os dois tipos de medicamentos que podem ser usados são: bombinha através da qual o medicamento pode ser inspirado pela boca e comprimido ou cápsula.
No tratamento de uma emergência, está indicado o uso dos dois medicamentos e também de medicamentos complementares e de oxigênio, se for necessário.

Que cuidados devem ser tomados?

Aqui estão algumas maneira para manter a casa livre de substâncias, que poderiam tornar a respiração de seu filho mais difícil e tornar sua vida menos saudável:

Cuidados com a roupa de cama:

– Forre o colchão e travesseiros com coberturas de plástico com zíperes.
– Lave as roupas de cama uma vez por semana em água quente.
– Lave cuidadosamente os travesseiros a seco uma vez por mês.

Cuidados gerais a serem tomados:

– Evite o mofo e outras coisas que o prejudiquem.
– Se fizer uso de vaporizador, limpe-o freqüentemente.
– Não varra a casa, use sempre um pano úmido no lugar.
– Mantenha a casa ventilada e as janelas abertas.
– Fique longe de fumaça de cigarro.
– Tome seus medicamentos exatamente como recomendação médica.
• Não use substancias de limpeza com cheiro forte, como cera, desinfetantes, etc. Se for necessário seu uso, mantenha seu filho fora de casa até que o cheiro tenha passado.
• Não use perfumes, talcos, desodorantes em seu filho.
• O uso de perfumes e talcos em pais que ficam muito tempo com seus filhos, principalmente no colo, podem desencadear as crises. Evite isso.
• Roupas guardadas por muito tempo, sem arejar, ficam com cheiro de mofo e costuma ter ácaros. Antes de começar o inverno, retire paletós e roupas guardadas, lave-os e seque ao sol.

Procure ajuda médica imediatamente se:

– Tossir, chiar ou estiver com falta de ar, até mesmo usando o remédio.
– Estiver resfriado ou com outra infecção respiratória.
– Iniciar o uso da bombinha e não apresentar uma melhora satisfatória em 4 horas.

Fonte: http://boasaude.uol.com.br

Imagem: opediatra.com.br

Compartilhe: