O doutor responde: o fígado e o Paracetamol

Qual é o perigo do abuso de analgésicos?

Nesta semana, o Ministério da Justiça determinou o recall de três milhões de embalagens do medicamento Tylenol. As embalagens apresentavam defeito no conta-gotas e os pacientes corriam o risco de ter uma superdosagem do medicamento, já que o gotejador poderia se desprender. Segundo o governo, a superdosagem de paracetamol traz riscos ao fígado, além de provocar náuseas e elevação das enzimas hepáticas.

O Dr. Daniel Kruglensky falou sobre o tema:

Qual é o risco do uso excessivo de paracetamol para o fígado?
RESPOSTA: O fígado é o órgão responsável pelo metabolismo não só da maior parte dos hormônios do corpo humano bem como da maioria das medicações utilizadas no dia a dia.

O uso de analgésicos em dosagens prescritas por médicos em sua prática diária é muito seguro e pode ser mantido por muitos anos sem trazer malefício à saúde.

Os problemas relacionados ao uso indevido de analgésicos são: o erro na dosagem, sobrecarga hepática ou renal, analgésicos inadequados para cada tipo de problema, efeitos colaterais indesejados, interação medicamentosa com remédios de uso habitual.

Estudos mostram que a hiperdosagem no uso de paracetamol (nome genérico do Tylenol) pode levar à insuficiência hepática aguda, com falência deste órgão e necessidade de transplante de fígado. Embora raros, estes casos não são incomuns após ingestão de doses muito altas da medicação.

O uso do paracetamol/Tylenol é muito seguro quando prescrito por um profissional da saúde.

SOBRE O MÉDICO: Formado pela Faculdade de Medicina da USP, Dr. Daniel Kruglensky se especializou em Cirurgia Geral e do Trauma pelo Hospital das Clínicas de São Paulo e complementou sua formação em Cirurgia Geral com Residência médica em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologia no mesmo hospital, obtendo o título de especialista nas áreas de atuação. Posteriormente assumiu o cargo de Preceptor da Disciplina de Cirurgia do Ap. Digestivo e Coloproctologia do Hospital das Clínicas. Marque uma consulta agora mesmo.

20130205 - doutor responde

Compartilhe: