Screen Shot 2013-02-22 at 12.38.36 PM

O doutor responde: intolerância à frutose

O que fazer quando uma criança precisa evitar frutas, legumes e alimentos integrais?

Minha filha tem sete anos e está com intolerância à frutose. De acordo com a nutróloga, ela deverá evitar todos alimentos integrais, várias frutas, legumes, todo tipo de açúcar… Estou cheia de dúvidas. Ela deve evitar abacate, uva passa, água de coco que ela gosta tanto e também as barrinhas de cereal? Há algum livro ou artigo científico sobre isso?

RESPOSTA: A intolerância hereditária à fructose ou frutosemia é um ‘erro inato do metabolismo’, ou seja, pertence a um grupo de doenças genéticas nas quais há deficiência em alguma via metabólica envolvida na produção, transporte ou na degradação de uma determinada substância.

No caso da frutosemia há a ausência de uma enzima, a aldolase B, resultando no acúmulo de fructose-1-fosfato no fígado, rim e intestino, locais aonde é encontrada.

Os sintomas clínicos que se manifestam após a ingestão de frutose, ou outros tipos de açúcares como sacarose e sorbitol, em pacientes portadores da intolerância, incluem dor abdominal severa, náuseas, vômitos, lesão do fígado, irritabilidade, hipoglicemia severa, convulsão e até mesmo o coma.

O único tratamento efetivo é a suspensão definitiva do consumo de alimentos que contenham frutose, que deve ser mantida por toda a vida.

Acredito que seja fundamental a consulta com um nutricionista e um médico por se tratar de uma doença com muitas particulares. Esse acompanhamento com profissionais especializados também se faz necessário por conta da provável suplementação de vitaminas, que geralmente ocorre nesses indivíduos.

Outra dica importante é que, antes de comprar qualquer produto alimentício à venda, a pessoa com frutosemia deve sempre olhar seu rótulo, na parte de ingredientes; se constatado a existência de açúcar, deve descartar esse produto imediatamente. Até alimentos salgados como a salsicha, por exemplo, que tem em sua composição pequenas quantidades de açúcar para conservação, devem ser abolidos do cardápio.


Alguns produtos “light”, mesmo não contendo frutose, sacarose ou sorbitol, podem não ser tolerados por aqueles que tem frutosemia, pelo sabor extremamente doce. Tudo vai depender da tolerância de cada um.
 Outra precaução deve ocorrer no uso de medicamentos. Vários deles levam açúcar em sua composição e, por consequência, também não podem ser ingeridos. Fique de olho na bula.


Se quiser saber um pouquinho mais sobre essa patologia acesse os sites do CREIM – Centro de Referência em Erros Inatos do Metabolismo, da Unifesp – Universidade Federal de São Paulo, e da ABIHF-VIDA – Associação Brasileira de Apoio aos Portadores de Intolerância Hereditária à Frutose.

SOBRE A MÉDICA: A Dra. Mariana Fontana é graduada pelo Centro Universitário São Camilo, tem especialização em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP, especialização e Aprimoramento em Transtornos Alimentares pelo Ambulim IPq HC FMUSP e participou e apresentou seu trabalho no European College of Sport Science (Oslo, 2009). Marque uma consulta agora mesmo.

BOTÃO-CONSULTA2

20130205 - doutor responde