O corpo fala mais do que a face

Costumamos acreditar que os olhos são a janela da alma e o rosto sua fachada. Mas talvez a expressividade da face não seja assim tão grande. Ao menos em situações intensas. Dois recentes estudos, um conduzido pela universidade Hebraica de Jerusalém e outro pelas universidades americanas de Nova York e Princeton, demonstraram que é o corpo o principal responsável pela transmissão de emoções entre as pessoas.
No primeiro estudo os pesquisadores usaram fotos de jogadores de tênis em momentos decisivos da partida e as recortaram de três formas: as que continham corpo e rosto dos jogadores, as que mantinham apenas o rosto e as com apenas o corpo. Os voluntários eram divididos de acordo com as categorias e tinham que identificar se os jogadores estavam perdendo ou ganhando no momento da foto.
Aqueles que viram as fotos apenas dos corpos acertaram muito mais do que os que viram apenas as faces dos jogadores. Já os que viram a foto inteira, corpo e face, atribuíram equivocadamente a alta pontuação à visão do rosto.
O segundo estudo se utilizou de fotos em momentos marcantes, como casamentos e funerais, mas com o mesmo método do primeiro, obtendo resultados similares.
Os cientistas acreditam que, apesar do rosto ser um bom indicador emocional, quando  as emoções são muito intensas nossa expressão facial tende a perder definição, confundindo quem as observa.

Fonte: Science Daily

Encontre um pscólogo: http://www.boaconsulta.com

Foto por Mr Physics: http://migre.me/c9FCe

 

Compartilhe esta notícia com os links abaixo:

 

Compartilhe: