Meditação para o coração

 

A prática da meditação vêm há algumas décadas ganhando espaço no cotidiano do ocidentais e também na atenção dos cientistas. Com isso, já foram provados inúmeros benefícios para saúde de quem medita.  Um último estudo realizado pelo Medical College of Wisconsin demonstrou que meditar diminui o risco de ataques cardíacos, AVCs e de mortes por causas das mais variadas.
A pesquisa avaliou um grupo de voluntários com doenças cardíacas e os dividiu entre os que praticavam meditação transcendental e os que recebiam aulas de educação alimentar e saúde. O resultado foi que o número de mortes ocorridas entre os que meditavam no período do estudo, cerca de 5 anos, foi 48% menor do que o do outro grupo. A pressão dos que meditavam dimunuiu em média 5mm por Hg e o número de AVCs (Acidente Vascular cerebral) e ataques cardíacos também caiu consideravelmente. Os pacientes também reportaram menores índices de raiva e estresse.
Apesar do o cientistas não terem uma reposta para como a meditação funciona, eles acreditam que a conexão mente-corpo afina a defesa do organismo, como se ativasse sua própria farmácia interna.

 

Fonte: ScienceDaily

Foto por h.koppdelaney:

http://migre.me/bQETz

Encontre um cardiologista:

http://www.boaconsulta.com/profissionais/cardiologista

 

Compartilhe esta notícia com os links abaixo:

Compartilhe: