Leis anti-fumo diminuem hospitalizações em até 24%

 

As leis antifumo, que desde 2009 vêm causando polêmica e até mesmo batalhas legais no Brasil, têm agora mais um argumento a favor. Um estudo publicado no periódico científico Circulation, da American Heart Association, demonstrou que elas realmente funcionam. A leis que proibem  o uso do cigarro me ambientes públicos fechados foram adotadas nos últimos anos pelos países mais diversos como Uruguai, Alemanha e Nova Zelândia.
Os pesquisadores analizaram 45 estudos sobre 33 leis anti-fumo e chegaram a números  bastante significativos. Segundo eles, as leis foram associadas a uma diminuição de 16% em hospitalizações por ataques cardíacos e 15% por AVCs. Além disso,  foram registradas 14% menos internações por doenças respiratórias, como asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica.
De acordo com o estudo, leis mais rigorosas e claras que abrangiam todo tipo de ambiente público fechado, como escritórios, bares e restaurantes, foram as com um maior impacto positivo para a saúde pública.

Fonte: ScienceDaily

Foto:http://migre.me/brlcX

Encontre um pneumologista:
http://www.boaconsulta.com/profissionais/pneumologista
Compartilhe esta notícia com os links abaixo:

 

Compartilhe: