Hérnia de Disco: o que é e como lidar

 

A hérnia de disco é o deslocamento de um disco intervertebral. Em caso de um esforço muito grande e de má postura, a hérnia de disco pode aparecer quando a pressão é muito grande. Em geral, é ao nível dos discos 4 e 5 das vértebras lombares, e entre a quinta vértebra lombar e o sacro. Juntamente a hérnia de disco, pode se ter lombalgia e dor ciática, e uma rigidez das costas.

Predisposição genética é a causa de maior importância para a formação de hérnias discais, seguida do envelhecimento, da pouca atividade física, do tabagismo e excesso de peso. Carregar ou levantar cargas muito pesadas também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorecer o aparecimento de hérnias discais.

Quanto a hérnia de disco, os sintomas vão depender do nervo afetado. Na verdade, se um nervo raquidiano é afetado, haverá uma sensação de fraqueza e dificuldade de mobilidade (afetando as pernas). Ao contrário, se um nervo do pescoço é afetado, o paciente irá apresentar sintomas em seus braços. Mas em qualquer caso haverá dor, rigidez e espasmos na área afetada. Às vezes, se a hérnia de disco afeta a medula espinhal, pode haver disfunção do baço.

Para prevenir o aparecimento das hérnias e de outras doenças na coluna, é importante adotar hábitos saudáveis de vida como: prática regular de atividade física, realização de exercícios de alongamento e de exercícios para fortalecer a musculatura abdominal e paravertebral e ter uma postura corporal correta.

As hérnias de disco localizadas na coluna lombar tens bons resultados quando tratadas da forma clínica conservadora. Melhoras são observadas com o uso de analgésicos e antiinflamatórios, se a pessoa fizer um pouco de repouso e sessões de fisioterapia e acupuntura. Em geral, em apenas um mês, 90% dos portadores dessas hérnias estão aptos para reassumir suas atividades rotineiras.

Hérnias de disco na coluna cervical podem surgir diretamente nessa região ou serem provocadas por alteração na curvatura e posicionamento da coluna vertebral durante a crise da hérnia lombar. A escolha do tratamento, se cirúrgico ou não cirúrgico, considera a gravidade dos sintomas e o déficit motor. A cirurgia só é indicada quando o paciente não responde ao tratamento conservador e nos casos de compressão do nervo exercida por parte do disco que extravasou, pois corrigido esse defeito mecânico a dor desaparece completamente.

 

Fonte: http://www.criasaude.com.br/

Imagem: www.outramedicina.com

 

Para encontrar um bom ortopedista, acesse www.go2doc.com.br e escolha o profissional de sua preferência!

Compartilhe: