Cárie de mamadeira: saiba como evitar

Muitos pais e mães não sabem, mas os primeiros dentinhos que nascem nos bebês já despontam necessitando de cuidados. É difícil imaginar que os dentes tão novinhos podem ser alvo de doenças bucais, mas caso não haja a higienização adequada, eles podem sim ser atingidos pela cárie de acometimento precoce, mais conhecida popularmente como a cárie de mamadeira.

 

O termo corresponde ao período em que as crianças estão sendo alimentadas, na maioria das vezes, por mamadeiras. É nesta época em que alguns fatores de risco já começam a surgir prejudicando a saúde bucal. O primeiro deles é a frequência com que a criança toma a mamadeira. “Muitos chegam a tomar a mamadeira até os 4 anos de idade e muitas vezes ao dia. E na mamadeira vai tudo: suco, água, leite”, diz o odontopediatra Marcelo Bonecker.

 

É aí que surge o segundo problema: os açúcares. “Além da alta frequência (uma criança com menos de um ano toma a mamadeira a cada três horas), os líquidos oferecidos ao bebê são açucarados. Quando não se faz a higiene bucal da criança após a mamada, as bactérias grudam nos dentes e os açucares acabam ocasionando a desmineralização dos dentes, formando a cárie”, destaca.

 

Prevenção
Segundo Bonecker, uma simples escovação já minimizaria o problema, pois evitaria que as bactérias se instalassem nos dentes. “O maior problema, a meu ver, é à noite, pois os pais não querem que a criança acorde e colocam-na para dormir depois de mamar. O leite fica parado na boca e esse processo que citei se torna ainda mais danoso”, diz.

 

Por isso, a dica é dar uma mamadeira de água após o leite da madrugada. Assim, garante-se que os dentes não ficarão sujos com restos de leite. “Durante o dia, o problema é menor, pois a criança vai salivando e esse processo ajuda a limpar os dentes”, aponta o odontopediatra.

 

É recomendado, ainda, que os pais procurem o dentista para avaliação de como deve ser feita a higienização dos dentes da criança, mas a recomendação padrão é que seja feita a escovação dos dentinhos sem pasta de dente. Se possível, uma vez ao dia, pode ser aplicado o flúor dentifrício.

 

Aproveite para marcar uma consulta para seu bebê com um odontopediatra!

Cadastre-se no boaconsulta.com para receber mais dicas de como cuidar melhor da sua saúde!

Fonte: Portal Terra

 

Compartilhe: