Cafezinho contra Alzheimer

Boa notícia para os fãs de um bom cafezinho. Novo estudo a ser publicado no Journal of Alzheimer’s Disease descobriu um meio eficaz de combater o desenvolvimento da doença de Alzheimer: tomar cerca de 3 xícaras de café por dia. A pesquisa provou que pacientes com mais de 65 anos e alto nivel de cafeina no sangue demoraram de 2 a 4 anos a mais para desenvolver a doença que pacientes sem o hábito de tomar café. O estudo foi feito com 124 pessoas na faixa de 65 a 84 anos que apresentavam sintomas leves de perda de memória. A cada ano, cerca de 15% das pessoas com perda de memória nesta faixa etária desenvolvem a doença de Alzheimer. As pessoas que participaram do estudo e desenvolveram a doença de Alzheimer apresentaram concentração de cafeína no sangue 50% menor que o grupo de pessoas que não desenvolveram a doença. Segundo cientistas do estudo, essa seria uma evidência do papel da cafeína na prevenção da doença. “Continue a tomar café”, diz o neurocientista especialista em Alzheimer Chuanhai Cao. “Se você está com problemas de memória, não há razão para abandonar o cafezinho”.

Compartilhe: