Bullying é um dos culpados pela obesidade infantil

A intimidação física e psicológica, praticada geralmente contra crianças e adolescentes, pode ser uma das causas da obesidade infantil. Segundo a pesquisa realiazada pela psicóloga Ana Rosa Gilber no Instituto de Psicologia da USP, o ganho de peso está ligado não só a hábitos alimentares e estilo de vida, mas também a fatores psicológicos.

Em sua dissertação de mestrado, a pesquisadora acompanhou seis crianças que não possuíam transtorno orgânico que justificasse a obesidade. Em comum, elas possuíam características de personalidade e situações de perda que as levavam a comer como uma forma de compensação. Além disso, em todos os casos foi observada a presença do bullying, causando isolamento e depreciação e piorando o quadro psicológico.

“Elas tentam preencher o vazio emocional e lidar com os problemas comendo, pois essa é uma forma de manter algo bom dentro de si. Se você tira isso, ela sente que perdeu algo bom”, afirma Ana Rosa Gilber à Agência USP de Notícias. Segundo a psicóloga, em casos como esses é importante que a criança tenha um acompanhamento psicológico, aliado a tratamento médico e nutricional, para combater a obesidade.

BOTÃO-CONSULTA2

Compartilhe: